5 tendências que moldam embalagens sustentáveis em 2024

written by IFCO SYSTEMS, 28th December 2023, in Stories

As inovações emergentes em embalagens sustentáveis de alimentos

Como defensora global das embalagens sustentáveis, a IFCO está a explorar o que será importante em 2024 e mais além. Estamos entusiasmados em compartilhar nossas percepções sobre as principais tendências que definirão a indústria de embalagens sustentáveis nos próximos anos.

Nossa visão sobre as tendências para 2024 mais além é uma prova de nosso compromisso em permanecer à frente no mundo em constante evolução das embalagens sustentáveis.

Nessa jornada transformadora, vários fatores, como regulamentações, resiliência dos negócios e desejabilidade do consumidor, desempenham papéis fundamentais, defendendo a adoção da circularidade das embalagens, especialmente quando se consideram os impactos ambientais. Ao mesmo tempo, a indústria de embalagens está passando por uma revolução digital para aumentar a eficiência, reduzir o desperdício e promover uma cadeia de suprimentos mais sustentável.

Separamos as tendências mais importantes em nosso setor que estão prontas para promover a adoção de soluções mais sustentáveis. Aqui está a nossa opinião sobre o que está por vir em 2024 e mais além.

Tendência de embalagens sustentáveis 1

Urgência da ação climática e contenção de resíduos plásticos

As embalagens unidirecionais têm um impacto negativo sério no ambiente. A indústria é uma das principais consumidoras de materiais descartáveis. Os resíduos relacionados poluem o ar e o solo, representando quase metade do lixo marinho. Apesar do aumento das taxas de reciclagem na UE, a produção de resíduos ultrapassou a reciclagem, especialmente nas embalagens de utilização única, com um aumento de 20% na última década. Sem intervenção, a Comissão Europeia prevê um aumento de 46% nos resíduos de plástico até 2030 em comparação com 2018.

A ONU relata que menos de 10% dos resíduos plásticos são reciclados, sendo as embalagens a maior fonte de plástico de uso único. O Regulamento da UE relativo a embalagens e resíduos de embalagens (PPWR), previsto para entrar em vigor em 2024, visa fomentar uma economia circular, promovendo embalagens reutilizáveis e recicláveis, impactando todos os Estados-membros e as empresas internacionais na UE. Simultaneamente, a ONU está negociando um tratado global de plásticos para abordar todo o ciclo de vida do plástico, visando sua conclusão até 2024.

Para estar na vanguarda desse desenvolvimento, as empresas devem adotar proativamente embalagens reutilizáveis, colaborar com fornecedores internacionais e alinhar estratégias para cumprir as regulamentações futuras.

Tendência de embalagens sustentáveis 2

Aumento da conscientização do consumidor e do compromisso dos varejistas

A crescente conscientização do consumidor desempenha um papel fundamental para impulsionar as empresas para a adoção de soluções de embalagens circulares. Os consumidores expressam cada vez mais o desejo de garantir que os mantimentos e produtos frescos que compram sejam enviados e distribuídos de forma sustentável.

Um estudo da McKinsey & Company agosto de 2023 apoia ainda mais essa observação, afirmando que o lixo e a poluição dos oceanos são prioridade para os consumidores. Além disso, destaca que fatores como higiene e prazo de validade encabeçam a lista de considerações nas decisões de compra dos consumidores globais. Essa maior conscientização do consumidor atua como um catalisador de mudanças positivas na indústria de embalagens, direcionando-a para práticas mais sustentáveis e responsáveis.

Outro desenvolvimento significativo é o compromisso dos varejistas de supermercado em melhorar os esforços de sustentabilidade. Esse compromisso significa um movimento substancial dentro da indústria, refletindo uma mudança mais ampla em direção a práticas ambientalmente conscientes. À medida que os varejistas de supermercado se comprometem ativamente a melhorar a sustentabilidade, essa tendência contribui significativamente para moldar a trajetória da indústria em direção a um futuro mais ecológico e responsável.

Tendência de embalagens sustentáveis 3

Modelo de economia circular e redução do desperdício de alimentos

A sustentabilidade continua a ser uma questão cada vez mais importante para a cadeia de valor das embalagens. No entanto, o mundo das embalagens ainda se divide em dois grupos. O primeiro com foco no avanço dos modelos de economia circular, e o segundo no lobby por soluções tradicionais de embalagens e esforços de reciclagem. A chave está em adotar cadeias de suprimentos circulares que alavancam parcerias locais e globais. Essas alianças podem capturar e entregar valor, garantindo que produtos e materiais circulem em ciclos de reutilização constantes. A abordagem da economia circular centra-se na conceção de embalagens que maximizem o valor do material e, ao mesmo tempo, minimizem o desperdício.

De acordo com o Food Waste Index Report 2021, cerca de 8% dos alimentos globais são perdidos na fazenda, 14% entre a fazenda e o setor de varejo e 17% são desperdiçados nos estágios de varejo e serviço de alimentação da cadeia de suprimentos de alimentos.

No contexto da redução do desperdício de alimentos, o modelo de economia circular destaca-se por priorizar a prevenção de resíduos, os sistemas de ciclo fechado e a eficiência dos recursos. Os dispositivos de Inteligência Artificial (IA) e Internet das Coisas (IoT) desempenham um papel vital na otimização da cadeia de suprimentos de alimentos, reduzindo problemas como excesso de estoque e deterioração.

Tendência de embalagem sustentável 4

Visibilidade e transformação da cadeia de suprimentos

O aumento das tecnologias digitais de rastreamento e rastreamento anuncia uma profunda transformação nas cadeias de suprimentos convencionais. A integração de soluções inteligentes, com tecnologias avançadas e pontos estratégicos de coleta de dados, fornece uma compreensão holística das operações. Esse insight não apenas otimiza a gestão de estoques, mas também serve como uma ferramenta potente em iniciativas de redução de desperdício.

Ferramentas digitais modernas podem, por exemplo, monitorar a umidade em tempo real nos produtos, permitindo que produtores e varejistas rastreiem variáveis de temperatura e ajustem o gerenciamento da cadeia de frio. Esses insights ajudam nossos clientes a manter a integridade da cadeia de frio desde o fornecedor até o ponto de venda e ajudam a reduzir o desperdício de alimentos.

Por meio da implementação de mapeamento de ponta a ponta e análise de dados em tempo real, a cadeia de suprimentos passa por uma revolução em visibilidade e eficiência. Ao incorporar tecnologias como Bluetooth Low Energy (BLE), Global Positioning System (GPS) e Radio-Frequency Identification (RFID), as empresas garantem uma jornada rápida da produção até a prateleira. Além disso, a integração da automação de embalagens amplifica ainda mais a eficiência da indústria, alinhando-se com o objetivo mais amplo de criar um ecossistema de embalagens mais sustentável e eficiente em termos de recursos.

Tendência de embalagem sustentável 5

Rastreabilidade digital e ERs inteligentes de última geraçãos

O surgimento da próxima geração de recipientes inteligentes de embalagem reutilizável (ER) está transformando os recursos de embalagem. Esses contêineres oferecem rastreabilidade perfeita, garantindo a conformidade com as normas de saneamento e segurança e agilizando o transporte.

A gestão de ativos em tempo real minimiza o desperdício e maximiza a eficiência, alcançada pela incorporação da tecnologia GPS e dos pontos de coleta de dados em toda a cadeia de suprimentos. Essa integração digital permite o mapeamento de ponta a ponta do fluxo ER, capturando movimentos fora da rede. O resultado é uma abordagem baseada em dados que aumenta significativamente a visibilidade e a eficiência, contribuindo para a redução do desperdício na cadeia de suprimentos de supermercados frescos.

Além disso, a evolução das embalagens inteligentes, utilizando tecnologias de rastreamento e sensores baseados em IoT, surge como uma solução sustentável para além da mera funcionalidade. No futuro, as embalagens servirão como fonte informativa para os consumidores, enfatizando credenciais de transparência e sustentabilidade, alinhando-se ao compromisso da indústria com práticas ecologicamente corretas.

Em conclusão, 2024 deve ser um ano transformador para embalagens sustentáveis. Varejistas e produtores que adotam os princípios da economia circular, reduzem o desperdício, experimentam materiais alternativos e priorizam a preferência do consumidor não apenas atenderão à crescente demanda por produtos sustentáveis, mas também contribuirão para um planeta mais saudável. A sustentabilidade nas embalagens não é apenas uma tendência; é um compromisso com um futuro mais verde para todos.

Na IFCO, liderança de pensamento significa mais do que apenas conhecer as tendências, é definir a agenda para embalagens sustentáveis e inovadoras. Junte-se a nós enquanto lideramos a indústria em direção a um futuro onde inovação e sustentabilidade andam de mãos dadas.

These articles will also be interesting for you

Stay up to date

Want the latest fresh food packaging industry knowledge delivered straight to your inbox? Subscribe to our newsletter and get the latest news, trends, articles and more!

Aceito receber comunicações da IFCO e o processamento dos meus dados pessoais. De vez em quando, gostaríamos de o contactar (por exemplo, via e-mail) para o informar sobre os nossos produtos e serviços, e também sobre outros conteúdos que podem ter interesse para si. Se quiser dar o seu consentimento, assinale a caixa de seleção. Pode retirar o seu consentimento em qualquer altura. Encontra mais informações relativas ao processamento subjacente dos seus dados pessoais na nossa política de privacidade. *
followNewsletter
De que forma podemos ajudar?