Fornecemos soluções eficientes, seguras e sustentáveis para os nossos clientes



Os RPCs IFCO aumentam a eficiência da cadeia de abastecimento dos nossos clientes, que vai desde uma melhor utilização do espaço até à redução do tempo de manuseamento, empilhamento e carregamento, reduzindo os custos e o desperdício de recursos. Os nossos RPCs são também mais seguros que as tradicionais embalagens. Eles são desenhados com a ergonomia em mente, reduzindo o número de deformações relacionadas com tensões e eliminando a necessidade de lâminas. Os RPCs ajudam ainda a reduzir o impacto ambiental na cadeia de abastecimentos dos nossos clientes. Estudos recentes conduzidos na Europa e na América do Norte confirmam que o uso dos nossos RPCs reduzem o impacto ambiental das cadeias de abastecimento de produtos frescos em comparação com as embalagens de cartão.

* Fraunhofer IBP study, Carbon Footprint of Food packaging, Commissioned by Stiftung Initiative Mehrweg (SIM) Feb 2018; The Sustainability of Packaging Systems for Fruit and Vegetable Transport in Europe based on Life-Cycle-Analysis, Update 2009", published in February 2009 by Stiftung Initiative Mehrweg; Franklin Associates, 2017,“Comparative Life Cycle Assessment of RPCs and display and non-display ready corrugated containers used for fresh produce applications”

Minimizamos o impacto no meio ambiente através de constantes melhorias dos nossos produtos, operações e cadeia de abastecimento

Em parceria com os nossos fornecedores de equipamentos, desenvolvemos equipamentos eficientes de lavagem e secagem que ajudam a reduzir o consumo de energia e de água. Os nossos engenheiros procuram de forma continua formas de empilhar os nossos RPCs de forma mais eficiente e de otimizar o número de RPCs que podem ser empilhados por palete, reduzindo as necessidades de transporte em cada melhoria

A IFCO instalou equipamentos de reciclagem de água que reduzem a quantidade de água usada durante o processo de lavagem. Para além disso, utilizamos tecnologias economizadoras de energia nos nossos centros de lavagem por meio de geração de calor e energia combinados.

A IFCO apoia as comunidades nas quais opera

A IFCO apoia os Bancos Alimentares nos mercados onde está presente em todo o mundo através da nossa iniciativa de Responsabilidade Mundial. 


As nossas soluções ajudam a reduzir o desperdício alimentar na cadeia de abastecimento

Os RPCs IFCO reduzem a perda de alimentos devido a danos mecânicos (esmagamento, cortes, contusões) e temperatura inadequada. O interior liso e a construção resistente dos nossos RPCs protegem produtos perecíveis contra danos no processo de embalamento, empilhamento e  transporte, resultando em taxas de danos significativamente mais baixas  e, por isso, menores perdas alimentares desde o produtor até ao vendedor. Um estudo de 2013  conduzido pelo Instituto Fraunhofer de Fluxo de Materiais e Logística e o Cold-Chain Management Working Group na Universidade de Bonn avalia potenciais relações entre danos de produto e o tipo de embalagem (especificamente RPCs e caixas de cartão descartáveis). Ao longo da cadeia de abastecimento foram observadas as seguintes taxas de dano:

Reduz a taxa de dano de embalagem

Taxa de dano dos RPCs: 12%

Taxa de dano de embalagens descartáveis: 4,2%

Reduz a taxa de dano de produto

Dano de produto nos RPCs: 0%

Dano de produto em embalagens descartáveis: 20%

Taxas de dano de embalagem em Armazém

Taxa de dano dos RPCs em armazém

Taxa de dano de embalagens descartáveis em armazém

Para além de reduzirem danos mecânicos, os nossos RPCs ótima ventilação permitindo um arrefecimento mais rápido após colheita de produtos perecíveis. Este tipo de ventilação permite ainda um controlo de temperatura mais preciso dos produtos durante o armazenamento e o transporte. O arrefecimento mais rápido e o melhor controlo de temperatua após colheita promove um tempo de vida útil mais longo para os produtos frescos, reduzindo o número de produtos sem condições para venda e os resíduos na distribuição. Estes benefícios foram confirmados em estudos sobre morangos, mangas, abóboras e outros produtos.